Gestão de Qualidade em Tempo Real
Alimentos

Saiba como conservar os alimentos sem energia elétrica


SAIBA COMOPROTEGER OS ALIMENTOS SE FALTAR ENERGIA ELÉTRICA

Todos nós já nos preocupamos em como conservar os alimentos da geladeira quando acaba a energia elétrica, não é mesmo? Essa situação é desagradável e até preocupante, dependendo do tempo sem luz e do tipo de itens que conservamos no eletrodoméstico. Sendo assim, é preciso ficar atento sobre o que fazer para evitar riscos de contaminação alimentar e prejuízos financeiros, quando a luz acabar.

Alimentos perecíveis precisam de atenção

ALIMENTOS PERECÍVEIS PRECISAM DE ATENÇÃO

Carnes, peixes, leites e ovos correm grande risco de estragar se não estiverem na temperatura adequada. Isso porque esses itens precisam ser conservados em temperaturas que variam de 5ºC (no caso de geladeiras) a -12ºC (no caso de freezers).

Vale lembrar que, mesmo quando ocorrer uma queda elétrica, há um período para conservar os alimentos dentro dos equipamentos que pode variar de acordo com cada equipamento e a frequência de abertura desses equipamentos.

O que fazer?

O QUE FAZER?

Antes de qualquer coisa, evite abrir a porta da geladeira ou do freezer enquanto a energia elétrica não tiver retornado. Os alimentos que estiverem sendo manipulados devem ser armazenados rapidamente para evitar o ganho de temperatura.

Ainda, é necessário entrar em contato com a Administração do shopping ou a Concessionária da região, de forma entender o tempo para retorno. Caso o tempo de retorno seja mais de 30 minutos será necessário completar os compartimentos com gelo: isso vai fazer você ganhar tempo até que a situação se normalize.

Outra alternativa é transferir os alimentos para um uma caixa térmica, já que ele é capaz de manter a temperatura da geladeira. No entanto, se esse tipo de armazenamento não poderá se estender por muito tempo, uma vez que os produtos como leite, carnes, iogurte e queijos podem ser facilmente prejudicados.

Saiba o risco de contaminação de acordo com a temperatura

SAIBA O RISCO DE CONTAMINAÇÃO DE ACORDO COM A TEMPERATURA

Acima de 60ºC e abaixo de 5ºC, os microrganismos apresentam baixo risco de contaminação aos alimentos. No entanto, se estiverem conservados entre essas temperaturas, as chances de proliferação são altas.

Atente-se quanto à qualidade e a segurança dos alimentos

  • Ao perceber que alguma parte do alimento foi descongelada por conta de líquido dentro da embalagem, cozinhe-os imediatamente;
  • Se o descongelamento for completo, não devolva o item para a geladeira ou freezer. O ideal é que eles sejam rigorosamente cozidos antes do consumo, ou descartados (quando excederem o período de conservação da geladeira ou do freezer);
  • Os alimentos que estiverem prontos dentro da geladeira devem ser reaquecidos, levando em conta que todas as partes devem estar na mesma temperatura, ou seja, acima de 60ºC. Caldos, molhos e sopas precisam ser fervidos e você pode repetir o processo antes que o alimento baixe a temperatura por completo.

Doenças alimentares

DOENÇAS ALIMENTARES

Um dos principais casos de infecção alimentar é conhecido pelo nome de Salmonela. A doença é provocada por um tipo de bactéria da espécie Enterobacteriaceae. Entre os sintomas mais conhecidos, estão dores abdominais, vômito, febre, perda de apetite, náusea e diarréia.

É importante relembrar que, se os alimentos forem aquecidos a uma temperatura acima de 60ºC, há grandes chances de eliminação a níveis aceitáveis. Entretanto, nem sempre o aquecimento é suficiente para garantir a qualidade de produtos perecíveis fora da geladeira ou freezer, por isso, analise o tipo de alimento e o tempo de exposição às temperaturas inadequadas.

Se você já vivenciou queda de energia elétrica ou falta de luz no seu restaurante e tem outras dicas para manter a qualidade dos alimentos? Compartilhe com a gente e nossos seguidores.

CTA Sistema Trofitic Chef
Alimentos
Os registros de temperatura e limpeza para tomada de decisão
Alimentos
A carga horária ideal para o treinamento dos manipuladores de alimentos
Alimentos
Exames obrigatórios para manipuladores de alimentos